Páginas

12/08/2017

Em novo single, Scalene desvela perigos do fundamentalismo


A poucas semanas de se apresentar no Palco Mundo do Rock in Rio, a banda brasiliense Scalene disponibilizou o primeiro videoclipe de Magnetite, seu terceiro álbum de estúdio, que será lançado no dia 18 de agosto.

No trabalho, o grupo trouxe à luz os efeitos nocivos causados pelos líderes fundamentalistas, responsáveis pela propagação de um discurso reacionário, excludente e preconceituoso, que com as cores do ódio, da intolerância e, sobretudo da má-fé, pintam a cada dia um cenário social mais hostil.

No Estado onde a laicidade é piada, a atmosfera não poderia ser menos controversa: atualmente, a Bancada Evangélica do Congresso Nacional é composta por 87 parlamentares, sendo 85 deputados federais e 2 senadores, que militam em benefício próprio e aprovam leis que privam as minorias dos seus direitos.

Entretanto, os problemas não estão restritos ao âmbito político: as denúncias de intolerância religiosa cresceram 3.606% nos últimos 5 anos. Além destas incongruências, os casos de abusos sexuais e crimes de má-fé se proliferam incessantemente, sem punições equivalentes.

“Distopia” é um brado de bom senso defronte ao grande descaso sobre estas questões. Há um gritante silêncio por parte das autoridades e veículos midiáticos, que não pautando as barbáries com devida gravidade, validam a impunidade. Em tempos tão inóspitos, expor causas esquecidas é um ato tanto pertinente, quanto necessário. Assista o videoclipe, dirigido por Rafael Kent:


1 Comentário(s):

Alex Shester disse...

A linguagem do clipe é o mesmo do seu texto. #TREVOSO

Postar um comentário